Citação Direta: ABNT, exemplos, como fazer, o que é e dicas

A citação direta é uma das formas reconhecidas pela ABNT para se usar as frases de outros autores em seu texto. Em um trabalho acadêmico, as citações são muito importantes para que o conteúdo fique embasado.

De acordo com o que o meio científico exige, você deve selecionar uma lista de referências para seu trabalho. Por sua vez, você poderá concordar ou contestar cada uma delas.

Em resumo, é assim que o meio científico caminha: uma teoria suporta ou derruba a outra. É um processo comum e, apesar de parecer trabalhoso, também é simples. Confira nossas dicas para se fazer uma citação direta!

O que é citação?

Em primeiro lugar, é importante que você saiba o que é uma citação. De forma clara, isso significa que você colocará, em seu trabalho, frases e pensamentos de outros autores.

Sendo assim, existem duas formas de se fazer uma citação: direta ou indireta.

Citação direta

Essa é a forma em que você vai escrever, na íntegra, o que foi dito por outro autor. Sendo assim, a frase deve ser copiada e colada da forma como está no texto original.

Para que você não seja acusado de plágio, lembre-se de colocar o trecho em aspas. Ao final, você também deve citar o autor, o ano e a página da obra em que você extraiu o período.

Além disso, saiba que a citação direta pode ser curta ou longa. O que vai determinar essa classificação é a quantidade de linhas que o trecho possui. Dessa forma, frases com mais de 3 linhas são consideradas citações diretas longas.

Como exemplo de uma citação direta curta, podemos observar um trecho do artigo “Educação bilíngue para surdos e inclusão segundo a Política Nacional de Educação Especial e o Decreto n0 5.626/05”, de Ana Claudia Balieiro Lodi (2013):

exemplo de citação direta
*Vídeo do canal Felipe Gomes

Citação indireta

Outra forma para que você possa citar um autor importante em seu texto é a citação indireta. Nela, você poderá interpretar ou alterar o texto.

É claro que, para se fazer uma citação indireta, você não pode fazer com que o sentido do trecho mude. Portanto, fique atento e escolha bem as palavras!

Além disso, a citação indireta também deve estar acompanhada de suas devidas referências (nome do autor e ano da publicação). Ao contrário da citação direta, esse modelo não possui a necessidade de levar a página da qual o trecho foi extraído.

Precisando de um TCC pronto?

Precisa formatar seu trabalho?

Serviço de escrita de Resumo

Serviço de escrita de dissertação

Fazemos seu trabalho de pesquisa

Serviços de edição e revisão

Mais uma vez, vamos observar como Ana Claudia Balieiro Lodi fez o uso da citação indireta em seu artigo. Para isso, preste atenção na imagem:

citação indireta exemplo

Antes, lembre-se da formatação básica

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) padroniza uma série de produções do Brasil. Dessa forma, qualquer produto brasileiro se destaca em relação aos de outros países.

Sob o mesmo ponto de vista, os trabalhos acadêmicos devem ser formatados segundo as normas ABNT.

Portanto, sempre que for iniciar o seu texto acadêmico, configure a página do Word de acordo com as regras. De forma direta, o documento deve estar formatado da seguinte maneira:

  • Margem superior: 3 cm;
  • Margem inferior: 2 cm;
  • Margem esquerda: 3 cm;
  • Margem direita: 2 cm;
  • Número de página: no cabeçalho, à direita;
  • Fonte: Arial ou Times New Roman;
  • Tamanho da fonte: 12;
  • Tipo de texto: justificado;
  • Espaçamento entre as linhas: 1,5 cm;
  • Título da página (“Introdução”, “Desenvolvimento”, etc.): letra maiúscula, em negrito e centralizado;
  • Corpo do texto: letras maiúsculas apenas no início da frase, ou em nomes próprios. Além disso, não deve haver negrito ou qualquer outra característica* na fonte.

* Em contrapartida, as expressões em línguas estrangeiras que não possuem tradução para o português, devem ser destacadas em itálico.

Regimentos internos

Assim como a ABNT, algumas instituições de ensino possuem normas internas que devem ser seguidas por seus acadêmicos. A intenção é, de novo, padronizar as produções.

Na verdade, são poucas as mudanças em comparação à ABNT. Por exemplo, existem Universidades em que o número de página deve estar no rodapé.

Sendo assim, verifique se sua instituição de ensino possui regras próprias para a confecção de trabalhos. Caso contrário, utilize apenas as normas ABNT.

Formatação exigida para a citação direta longa

Uma citação direta curta faz parte do texto e, por isso, não recebe uma formatação especial. Por outro lado, a citação direta longa recebe destaque e deve ser evidenciada.

Dessa maneira, sempre que você for acrescentar uma citação com mais de 3 linhas, formate-a assim:

  • Margem esquerda (recuo): 4 cm;
  • Tamanho da fonte: 10;
  • Uso de aspas: não deve acontecer;
  • Tipo de texto: justificado;
  • Espaçamento entre as linhas da citação: simples (1,0 cm);
  • Espaçamento entre as outras linhas do texto: 1,5 cm;
  • Referência: deve aparecer no início ou ao final da citação, com o sobrenome do autor em letras maiúsculas, seguido ou não de suas iniciais, ano da publicação e página do texto (ex.: SOBRENOME, N. D. A., 2021, p. 67 ou SOBRENOME, 2021, p. 67).

Porém, fique atento! Isso é apenas para a citação direta longa. Sendo assim, seu texto deverá continuar seguindo a primeira lista desse artigo.

Além disso, as outras características da página (margens superior, inferior e direita, número da página, etc.) devem continuar as mesmas.

Como exemplo, observe o trecho do artigo “Educação especial na perspectiva da educação inclusiva: desafios da implantação de uma política nacional”, da autora Mônica de Carvalho Magalhães Kassar (2011):

exemplo de citação direta longa

Quando usar a citação direta?

Uma citação direta pode ser utilizada em vários momentos de seu texto. Porém, o uso é indicado principalmente quando o trecho for de extrema importância para sua tese.

Em relação à citação direta curta, você pode usá-la em diversos momentos. Por outro lado, textos com mais de 3 linhas (citação direta longa) devem ser inseridos em seu trabalho com muita cautela.

A explicação para isso é simples: o leitor entenderá que você não conseguiu interpretar as citações diretas longas, se elas forem constantes. Portanto, escolha bem qual citação direta longa merece destaque em seu texto.

Como usar a citação direta?

Como exemplo, vamos considerar o seguinte trecho do artigo de Ana Claudia Balieiro Lodi:

exemplo citação direta abnt

Citação direta curta

A citação direta curta deve ser utilizada entre aspas. As devidas referências, por sua vez, podem ser colocadas antes ou após o trecho.

Para exemplificar, considere a primeira frase da imagem:

  • Pois, segundo LODI, A. C. B. (2013), “a história de nossa educação constituiu-se de forma a separar os alunos: em normais e anormais; fortes e fracos etc.”.
  • Pois “a história de nossa educação constituiu-se de forma a separar os alunos: em normais e anormais; fortes e fracos etc.” (LODI, A. C. B., 2013, p. 76)

Citação direta longa

A citação direta longa merece destaque no seu texto. Dessa forma, lembre-se de formatá-la da maneira correta, como foi explicado anteriormente.

No caso do trecho retirado do artigo de LODI, A. C. B. (2013), você deverá inseri-lo na íntegra:

A história de nossa educação constituiu-se de forma a separar os alunos: em normais e anormais; fortes e fracos etc. Dentro dessa forma de pensar a educação, muitas crianças estiveram longe das escolas públicas (não apenas crianças com deficiências). (LODI, A. C. B., 2013, p. 76)

Como colocar a citação direta nas referências?

Além das referências próximas à citação, como foi demonstrado anteriormente, cada obra utilizada deve constar nas páginas finais.

Para isso, você deve dedicas as últimas folhas de seu trabalho para colocar todas as referências que foram usadas para a construção do texto.

Cada referência, por sua vez, deve obedecer aos padrões exigidos pela ABNT. Como utilizamos 2 textos como base para explicação, observe como cada um deles deve aparecer nas referências:

  • LODI, A. C. B. Educação bilíngue para surdos e inclusão segundo a Política Nacional de Educação Especial e o Decreto n0 5.626/05. Educ. Pesqui., São Paulo, v. 39, n. 1, p. 49-63, jan./mar. 2013.
  • KASSAR, M. C. M. Educação especial na perspectiva da educação inclusiva: desafios da implantação de uma política nacional. Educar em Revista, Curitiba, Brasil, n. 41, p. 61-79, jul./set. 2011.

Está com dificuldades para fazer seu TCC?

Serviço de Escrita

Escrita de Dissertação

Trabalho de Pesquisa

Serviços para Teses

Edição e Revisão

Serviço de TCC Pronto